Image Map

30.7.13

Nova escritora + Fics

         


Oi pessoal, e aí, tudo bem com vocês? Meu nome é Lívia, mais please me chamem de Lia.Eu tenho 15 anos e moro em SP. Eu sou a nova escritora do Theory Of Bieber, okay? Bom, por onde eu começo... ah sim!

Eu tenho três fanfics, três! E eu não sei qual delas postar aqui, então nesse post eu vou postar as três sinopses, então vocês comentem o nome da qual vocês mais gostaram, tudo bem? Então vamos as sinopses!


1º - One Less Lonely Girl

One Less Lonely Girl ( a fanfic ) se resume na vida de uma garota comum chamada Lívia, mais prefere que a chamem de Lia. Lia, tevê uma vida difícil, não em questão de dinheiro, mais sim em relação com seu pai, que morreu quando ela tinha 15 anos. Querendo esquecer as magoas e deixar tudo para trás, sua mãe e ela vão para Atlanta começar uma vida nova! Mais Lia completa 18 anos e sua mãe decide voltar para o Brasil e continuar a vida que ela deixou lá. Lia ficou sozinha em Atlanta durante 5 meses, com sua única amiga Mayara que a apresentou a vários colegas e amigos... Lia conhece várias pessoas, incluindo Harry Styles e sua boyband One Direction. Sua vida virá de cabeça para baixo quando conhece Justin Bieber, seu ídolo dês que ele começou a carreira.  Com ele a garota achou que não séria nada demais, só amizade... ou nem isso. Mais se transformou em puro amor, que tevê várias recaídas mais eles se manterão fortes...

2º - Darkness to vampires

Ariana é uma garota inteligente, lembraria daqueles olhos de longe... Amada por sua tia Sabine, tendo pais mortos, um irmão protetor e amigos drogados a pequena não deixa o medo a consumir. Ela é forte e resistente... menos a ele. Quando ela pensa que já viu de tudo um vampiro entra em sua vida, um vampiro irresistível. De deixar qualquer garota babando é qualquer garoto com inveja de sua beleza.

Eu o amo. Mais não posso admitir isso a ele, não mesmo. Ele é um monstro, mata por puro prazer... E se eu for apenas a próxima? E se eu for apenas um passatempo para o mesmo? E se foi ele que matou os meus pais? Tudo isso não passa de pura ilusão, minha vida é uma ilusão.
Mais eu preciso dele aqui. Para continuar me protegendo, e me amar do tão esperado jeito. Sem ele eu não sou nada, sem ele... não existe Ariana.

Ele é um psicopata apaixonado por sangue é eu uma garota tímida é marcada para morrer pelo destino.

3º - Oath

Quem imaginou que um simples M&G iria mudar a vida de Becky? A garota que sempre foi julgada por amar sem conhecer, por gostar sem saber? A garota que sempre foi apaixonada pelo ídolo. E teve que aguentar as criticas por cima do mesmo. Chorar e se cortar já não adiantava mais...  Ela foi forte e ela conseguiu.

Um amor brotou entre eles em um simples troca de olhares...
Foi tudo tão rápido...
Mais nós dois sabíamos que dessa vez era amor de verdade...

`` Mais e a sua turnê? Você não pode abandonar tudo por mim! - Sussurrei após o beijo. ´´

`` - Casa comigo? - Ele falou na frente de todas aquelas pessoas. ´´

`` - Você já tem 18 anos, pode fazer oque quiser da sua vida filha. - Minha mãe disse quebrando o silêncio do quarto. ´´

`` - Mais você sempre foi minha filhinha! - Via o brilho nós olhos do meu pai. ´´

Minha vida mudou por causa dele. Eu o amo. Segundo suas palavras, ele também me ama, não posso deixa-lo sofrer por mim. Seu JURAMENTO foi real.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------

E aí, qual vocês mais gostaram? Dependendo da qual vocês escolherem, eu posto o link dos outros blog onde eu posto as duas outras fics, okay?

No próximo post eu já posto os personagens o gênero e a classificação da fic que vocês escolherem certo? Espero que façam uma boa escolha, XOXO


                   

25.7.13

Fomos criticados pelo Directioner Criticas + Descilpas

Olá, o blog foi criticado pelo blog Directioner Criticas, confiram a critica aqui. Eu quero pedir desculpas por não postar, sinto muito mesmo, mas não posso postar, estou tendo uns problemas ok?!

22.7.13

Fui entrevistada pelo blog Bright Mixture

Fui entrevistada pelo blog Bright Mixture se quiserem ver a entrevista cliquem em go

Até, quem sabe algum dia..

Bem... Eu não sei mais o que postar, não sei mais o que fazer. Tô totalmente confusa... Então, estou saindo temporariamente do blog. Lamento não ter avisado nada, mais é que eu estou cansada. Quero um tempo pra mim. Quero que minha vida mude. Quero que tudo comece do zero.
Sei que disse que nunca iria embora, mas agora... Agora já é outra coisa.
Não estou bem, estou me sentindo fraca e inútil. Então é isso, quem sabe eu volte algum dia...

Beijos, e obrigada pelo carinho.

Beatriz Azevedo

20.7.13

Selinho

Eu ganhei o selinho do blog All Around The World.
Regras:
- Escrever 11 coisas sobre seu próprio blog. 
- Responder as 11 perguntas feitas pelo blog que indicou. 
- Indicar 11 blogs com menos de 200 seguidores.
- Fazer 11 perguntas para quem indicarei. 
Blog:
1- As minhas fanfics são inspiradas nos meus sonhos.
2- Oque me motiva a escrever é meu amor e as minhas lindas leitoras.
3- Eu criei o blog no dia 26/09/12 e postei vários capitulos da minha primeira fanfic, I Love You.
4- Minha primeira leitora foram minhas amigas amigas.
5- Já tenho 3 ou mais fanfics postadas aqui no blog.
6- Amo quando vocês comentam!
7- Escrevo quase sempre.
8- Gosto de fanfic hot, mas amo as romanticas.
9- Assim que eu termino um capitulo quero postar ele.
10- Minhas leitoras não tem nome, mas se tivessem seria, Theory's.
11- Espero nunca ter que parar de escrever!
Perguntas:
1- Alem de Belieber você é...
R: Directioner, Emblem, Pniner, Mahomie.
2- Faria alguma loucura pelo Bieber? Qual?
R: Sim. Mataria alguém por ele.
3- Tem twitter?
R: @swaggrunion
4- Oque você mais deseja para o Justin?
R: Felicidade e saúde!
5- Qual a sua comida favorita?
R: Sushi
6- Por que você escreve #IB/#IBH?
R: Porque eu amo escrever e todas as histórias são baseadas em sonhos!
7- Qual sua música favorita?
R: OLLG
8- Vai na BT?
R: Não. :(
9- Qual seu livro favorito?
R: Percy Jackson e os olimpianos.
10- Qual é o seu nome?
R: Luana.
11- Justin Bieber é...?
R: Minha inspiração!
Indicados:
Perguntas:
1- Por que começou a escrever?
2- Como teve a primeira ideia para a fanfic?
3- Alguém da sua famila sabe que escreve?
4- Oque te faz continuar a escrever?
5- Como foi a repercussão da sua primeira fanfic?
6- Já te plagiaram?
7- Já falaram que você plagiou?
8- Qual a unica coisa que não faria pelo seu idolo?
9- Ja sofreu bullyng?
10- Musica favorita?
11- Qual a coisa que você mais odeia? 

19.7.13

Autoras...

Oii, eu sei a quantidade de autoras que eu tenho no blog, mas quero saber se tem mais alguém que queira postar aqui no blog, eu vou deixar meus contatos abaixo e vocês mandam pra mim ok? Eu vou analizar tudo com cuidado, eu só peço que se você se inscrever, você tenha responsabilidade de postar no blog! Então é isso, para se inscrever mande um e-mail para luacaramello@gmail.com ou pandinhaband@gmail.com com os dados abaixo respondidos.
Qual seu nome?
Qual seu e-mail?
Sua idade?
Nome da fic?
Sinopse da fic? 
Já fez quantos capítulos?
Sinopse da fic?
Twitter, blog, ou outro meio de comunicação para eu falar com você?

18.7.13

Novidade

Oi pessoinhas lindas! Estou sendo fofa porque estou doente ok? Ok!
Bom, eu estou fazendo esse post para dizer (escrever) que me inscrevi do concurso do blog Mundo Adolecente. Acho que vocês devem dar uma conferida no blog, ele está simplesmente incrivel! Eu amei o layout do blog, até porque eu sou directioner! Mais então o concurso é bem legal, ele vai eleger a Miss e o Master blog! Eu amei a ideia do concurso e me inscrevi, estou aguardando para saber se vou ou não participar!

Layout novo (mais uma vez) + Mudança!

Bom, como já deu para perceber, eu mudei o layout, mais uma vez! Esse layout foi encomendado lá no Background RBR. Ele ficou lindo não foi? *---*
Bom, sobre a minha fic, "Just Believe", eu mudei a personagem principal, antes quem fazia ela era a Miley, mas agora quem faz é a Jasmine Villegas, aquela que o Jus já pegou! Eu achei melhor colocar ela, porque eu nunca vi, uma fic com eles como casal, mas já vi muitas que o casal é a Miley e o Jus, então mudei por isso, espero que estejam gostando da fic!! 
Beijos!

16.7.13

4. Just Believe

Capitulo dedicado a @todynhoandvodka (Luana)
Angel P.O.V.
- Mãe! Vamos logo!
- Já estou indo filha! disse descendo as escadas – Porque está tão apressada para ir ao shopping? Você nem gosta de ir ao shopping! – minha mãe me olhou desconfiada – Tem garoto nessa história não é?
- Oque? Claro que não mãe! – falei como se fosse obvio 
- Filha, eu acho que você tem que começar a sair com garotos, acho tão estranho uma garota tão linda como você não sair.
- Eu só não quero me machucar, mãe! Eu vi como a Luana ficou, não quero chorar e praticamente acabar com a minha vida por causa do garoto errado!
- Filha, na vida, você vai sofrer e para crescer, você vai ter que sofrer para chegar aonde quer! Não importa o por quê de você está sofrendo só importa que quanto mais você sofre nas mãos do destino, mais forte você fica perto de Deus!
- Mãe, você sempre me diz isso, mas eu acho que não aguentaria sofrer por um garoto que nem liga para mim! 
- Filha, eu sei que você não quer sofrer, mas quando você menos esperar vai estar com um garoto que vai te fazer feliz, mas você não sabe quanto tempo a felicidade vai durar! E se ele te magoar, oque você vai fazer?
- Eu não sei, mas eu espero que isso não não venha a acontecer tão rápido, ainda sou muito nova, só tenho 14 anos mãe!
- Tudo bem, mas quando você menos esperar vai estar apaixonada por um garoto e ele vai te fazer feliz, mas ele não vai reconhecer isso, ele vai te magoar, mas a felicidade que você vai sentir com ele, você nunca vai sentir com mais ninguém!
- Mãe, está começando a me deixar com medo de gostar de um garoto!
- Desculpa, mas vamos logo não é?
- Sim.
Fomos para o carro, mas quando cheguei tive uma surpresa o namorado da minha mães estava lá e o Bruno também, oque ele está fazendo aqui?
- Oque faz aqui Bruno?
- Sou irmão do seu padrasto, surpresa?
- Arg! – entrei no carro e bati a porta com força 
Logo depois eles entraram também e o caminho até o shopping foi em silencio. 
Michael P.O.V.
- Então Mike, percebi como você tava olhando para a Selena.
- Como assim Igor? – perguntei virando-me para ele 
- Não quer se abrir comigo não amigo?
- Cara, eu terminei com a Marcela a pouco tempo, não vou me apaixonar novamente tão cedo!
- Se você diz!
- Mike!
- Fala Gui!
- Tem mensagem nova no seu skype.
- Deve ser da Sel!
- Sai dessa Iguinho!
- Não me chama assim pô!
- Certo, deixa eu ver aí Gui.
- Unhum.
Sentei na cadeira e era um pedido de amizade no skype, vou aceitar, pode ser que seja uma fã, tem o nome de "PandinhaBand", deve ser uma fã mesmo. Aceitei e logo falaram comigo.
Skype On (Mike normal e PandinhaBand itálico)
- Hi! 
- Hi! 
- Como vai?
- Estou bem e você?
- Eu estou tão feliz! :D
- Por que? 
- Porque estou falando com você! <3
- Serio? Own! Você é tão fofa! :3
- Como sabe que sou garota?
- Pelo nome, mas só para garantir, você é garota né?
- Sim! Eu sou uma grande fã da banda!
- E de onde você é?
- Dos EUA!
- Serio? E como conheceu a banda?
- Sim. Eu tenho uma amiga brasileira que me mostrou a banda!
- Ah, que legal e qual o nome dela?
- Luana.
- Ela tem twitter? E você tem twitter?
- Sim, o dela é o @todynhoandvodka e o meu é o @LovesPandinha.
- Ah, o seu é em homenagem a banda, que linda!
- Valeu, eu amo muito a banda, mas você é o meu favorito!
- Que fofa meu Deus!
- Você que fofo Pandinha!
- Você gosta da Selena Gomez?
- Não, acho que ele é chupa fama!
- Serio? :(
- É, porquê?
- Porque vamos fazer uma parceria com ela, mas é segredo, shiiii! :x
Desconhecido (a) II P.O.V.
Por que ela fez aquilo comigo? Como ela teve a coragem de me esconder isso? Como ela pode ter feito tal coisa sem me avisar? Como ela pode não ter me dito que eu era pai? Como ela teve coragem de me deixar e ficar com aquele cara? Eu vou ter ela novamente, eu sei que talvez ela não me queira, mas eu a amo! Eu quero poder ficar com a minha filha! Eu quero ser o pai da minha filha!

5 Comentários
Então, eu sei, eu demorei para postar, mas ta aí e eu sei que está pequeno, mas foi oque deu!
Bom, eu encomendei um layout, ele está ficando tão lindo! <3
Era só isso que eu tinha para dizer, beijos!


13.7.13

Devil Beside You - Cap. 5

Entrem aqui rapidinho, estou de volta com o meu blog pessoal de imagines.
Mais o que? Ele dormiu aqui?
Não, não e não. Só de soa com a minha cara, não é? Mil perdões, mas eu não quero, não aceito esse traste rodando na minha casa desse jeito, e que jeito... O que? Não pensa merda Kate!
- O que você esta fazendo aqui? - falei olhando brava para a TV. Eu não queria ter que admitir que ele tinha sim o abdômen bonito, quer dizer, perfeito. Para com isso agora Kate, para!
- Ué?! Sua mãe não falou que eu me pai nos mudamos para cá ontem a noite? - ele disse debochado, indo até a cozinha. 
O que? Ele vai morar na minha casa? Não!!!
- Não. Minha mãe não contou, e se contasse... - parei de falar quando ele apareceu do nada na sala onde eu estava sentada no sofá.
- O que ia acontecer se ela contasse? - ele disse bem perto do meu rosto.
- Saia da minha frente. - falei o empurrando, o fazendo cair sentado no sofá. - Tenho coisa mais importante para fazer do que ficar aqui discutindo com você.
- A gente não estava discutindo, não pelo meu ponto de vista. - ele disse debochado e soltando um risinho logo depois. - Hey, volta aqui... Eu 'tô com fome e não sei cozinhar.
- O problema é seu. Não preciso mais ficar fazendo o que você mandar.
- Devia... Sabe porque? 
- Me deixa em paz, ok? - falei por fim, e voltei a subir as escadas.
"Devia, sabe porque?", Agrh! Vê se me esquece, eu não te devo nada moleque, o que ainda quer comigo? Agrh!
Me joguei na cama e fiquei fitando o teto, e nele comecei a imaginar toda a minha vida antes desse traste aparecer. Sabe, como se minha vida estivesse sendo retroprojetada no teto branco de meu quarto, mas não havia nada ali, além da minha imaginação de criança de sete anos idade. 
Ela não era muito interessante. Quero dizer, ela não tinha nenhuma graça. Minha vida se resumia em ir para faculdade, volta para casa, estudar e depois de uma tarde tediosa, dormir a noite toda e sonho com o meu sonho de ser uma grande cantora POP. Sei, coisa de garota de sete anos de idade. Mas como agora eu tenho quase vinte, tenho que prestar muita atenção em cada decisão da minha vida, e uma delas não é ter um meio-irmão que um dia me chantageou por causa de uma carta, que hoje não faz tanta diferença na minha vida. Que coisa Kate, você se mete em cada uma!!!
Ouvi o som eufórico de "Made in USA - Demi Lovato" tocar freneticamente, e sai a procura do pequeno aparelho branco que eu inocentemente chamo de melhor amigo. Porque? Simples, meu celular nunca me abandona.
Olhei no visor e vi o nome de Lucas estampado no mesmo e acompanhado de uma das minhas fotos favoritas do mesmo. Não exitei e atendi, e percebi o efeito instantâneo que ele causava em mim. Eu só sabia sorrir quando estava perto dele.
- Oi amor! - ele falou do outro da linha, parecendo cansado.
- O que houve?
- Tive que vim mais cedo para treinar, e não vou poder ir ai te buscar. Mas queria tanto que viesse, tem como pedir para alguém te trazer?
- A onde é?
- Do outro lado da cidade. Se não tiver quem te traga, não precisa vir. Não quero que fique andando sozinha. 
- Deixa de ser bobo. Eu sei me cuidar, Lucas.
- Mesmo assim. Se não tiver quem te traga, não ouse sair de casa, ok? Bem, eu só liguei mesmo para falar isso. Tenho que voltar para o treino. Beijo, te amo.
- Te amo. - Lucas foi rápido e desligou o telefone muito antes de eu pensar em fazer tal ato. 
Ótimo, como eu vou ver o jogo dele agora? Pensa em algo Kate, rápido!
Desci as escadas novamente e indo até a cozinha. Justin estava na mesma cortando um pão e colocando tudo o que tinha na geladeira dentro do mesmo. 
- Você viu a minha mãe? - falei passando por trás dele e indo até a geladeira com um copo na mão. Peguei a garrafa de água e despejei uma quantidade em quanto esperava ele falar alguma coisa.
- Não. - ele falou com a boca cheia, e me olhando. Justin deu alguns passos em minha direção, pegou meu copo de água, que estava pela metade, e bebeu o conteúdo, me entregando o copo vazio logo depois. - Porque?
- Não é da sua conta. - disse irritada e colocando mais água no copo, mas bebendo dessa vez.
- Fala o que é, talvez eu possa ajudar.
- Eu não quero a sua ajuda.
- Nossa, acordou co o diabo do seu lado hoje?
- Não, você não estava lá quando eu acordei. Mas infelizmente esta na minha frente agora.
- Nossa, que rude.
- Eu só quero saber se você sabe onde esta a minha mãe.
- Ela disse ontem a noite que ia sair com meu pai hoje sedo e que só chegaria de noite, então... Estamos sós aqui.
- Ótimo, e meu dia pode ficar pior? - falei olhando para ele com tédio.
- O que já aconteceu para você ficar com tanto mau humor.
- Você morar na minha casa já não é o suficiente?
- Me odeia tanto assim?
- Não, imagina. Eu te amo tanto, venha cá e me beije logo de uma vez. - falei sinica e passando ao lado de Justin, indo em direção a porta.
- A onde vai?
- Sair.
- Para onde?
- Não é dá sua conta.
- Estou responsável por você.
- Desde quando?
- Desde que sua mãe pediu para eu cuidar de você.
- Eu sei me cuidar. Ok?
- Sabe mesmo?
- Sim.
- Então tudo bem. Só me diga para onde vai.
- Para um jogo de basquete do outro lado da cidade.
- Vestida desse jeito? - ele disse encarando minha barriga que estava descoberta.
Olhei para mim mesma e percebi que eu não queria sair de casa daquele jeito, mas ele me estressou tanto que eu simplesmente esqueci que estava vestida daquela forma.
Olhei-o com tédio e tentei abaixar minha blusa, arrancando um risinho irritante dos lábios de Justin, e que lábios. O que eu pensei? Não!!!
Corri para meu quarto, e tranquei a porta. Ele estava lá na minha casa, não iria arriscar deixar aporta aberta. Adentrei no banheiro e me despi. Entrei no box, liguei o chuveiro frio e me enfiei ali embaixo, deixando a água fria escorrer por meu corpo.
Depois de um bom tempo no banho, saí. Voltei para meu quarto enrolada em um roupão, que linha um capuz com orelhinhas, e me dirigi até o guada-roupa, peguei qualquer roupa que tinha ali e vesti, sem me importar se combinava ou não, tudo que eu queria era sair daquela casa e bem, tentar chegar ao outro lado da cidade a tempo de assistir o jogo de basquete de Lucas.
Desci as escadas apressada, quase caindo da mesma. E corri para porta, abrindo-a, mas sendo chamada a atenção antes de sair.
- Você tem sorte de eu está indo para o mesmo lugar, se não você não ia.
- Como é que é?
- Vestida desse jeito não.
- O que você tanto tem conta as minhas roupas?
- Nada. Eu até gosto delas, é só que seu corpo chama muita atenção.
- Vai se 'foder.
- Olha a boca.
- Você não é ninguém para falar como eu devo falar, ou quais palavras eu devo pronuncia.
- Eu posso não ser ninguém, mas que me impressiona ver uma menina igual você falando tal palavras, é verdade.
- Me deixa em paz. - falei, voltando a tentar sair pela porta, mas Justin voltou a me impedir, mas dessa vez me puxando pelo braço e me levando para a garagem.
- Me solta, esta me machucando.
- Entra no carro, eu te levo.
Olhei para ele com cara feia e entrei no carro. Antes não havia percebido a roupa que Justin usava. Ela era bem parecida com a que Lucas usava nos treinos, quer dizer, era idêntica, só o que mudava era as costas, que tinha Bieber e o numero 6 estampados.
(n/a: eu não achei uma mais ressente, então vai essa mesmo, finjam que ele esta como esta agora, obrigada.)
Justin deu a volta no carro e logo em seguida entrou, deu partida e antes de pisar no acelerador, se virou para mim.
- O que é? - falei olhando para ele, que não respondeu, apenas riu de lado e virou o rosto esperando a porta da garagem abrir. - Coloca o cinto.
- Você não é minha mãe.
- Agora sabe como eu me sinto quando manda em mim. Coloca o cinto agora, ou para o carro para eu descer. - ele suspirou irritado e colocou o cinto, arrancando de mim um sorriso vitorioso.

Desci do carro depois de um grande caminho em silencio, quer dizer, não tão silencio assim. Vez ou outra Justin tentava puxar assunto comigo, fazendo perguntas indiscretas e as vezes com segundas intenções, mas quando via que eu não ia dizer uma palavra que servisse de resposta, parava de insistir e voltava a ficar em silencio. 
Corri até onde estava acontecendo o jogo, ou ainda iria acontecer, e entrei. Sai procurando por um rostinho bonito e conhecido ali dentro, mas o único rosto conhecido, porem também bonito ali era o de Justin. O que me deixava triste. Onde estava o meu Lucas?
- Se esta esperando alguém, tipo assim, o Lucas, não perca seu tempo. Ele não vai vir jogar hoje, ele esta proibido de jogar durante três jogos.
- Como assim? Mas ele me ligou ontem e disse que ia jogar, e me ligou hoje mais cedo dizendo que não ia me buscar em casa porque já estava aqui treinando. 
- Se não quer acreditar em mim, não acredita. Só estou dizendo que ele não vem. Apenas. - e dito isso, ele voltou a andar, parando metros depois e dando meia volta. - Mas, mesmo não acreditando em mim, não vou te deixar aqui sozinha. - ele segurou meu braço e começou a me puxar para andar ao seu lado.
Mas como assim? O Lucas não iria vir jogar? Então porque quis tanto que eu vinhe-se? Custava dizer que não ia jogar? Eu não ia dá a minima para isso. E porque quando ele me ligou, me fez acreditar que estava treinando? Ele me parecia cansado no telefone. Porque Lucas?

Continua???
Bem amores, sei que demorei e não tenho motivos pela demora, foi preguiça mesmo. 
Obrigada pelos comentários, de verdade. Fiquei tipo "OMG!" quanto vi a quantidade.
Eu Lovo Vocês.
Ps: estou pensando em reativar o meu blog de imagines, o que acham??? mas eu não vou deixar vocês... Nunca, e vocês sabem disso...

11.7.13

Aviso Importante-Cbox!

Gostoso! *-*
Bom, eu acho que vocês já perceberam que eu coloquei uma cbox ali na barra lateral né? Bom, eu fiz ela com o intuito de nos nos comunicarmos! Tipo, quando atingir a meta de comentários, vocês podem cobrar da autora pela cbox! Podem falar com as outras leitoras e vai ser um mecanismo bom entre eu e as outras adms! Eu vou colocar um print de como vocês devem fazer para colocar a foto na cbox ok? Ah, e eu vou criar os icons e passo para vocês aí vocês colocam na cbox!
 Onde tem E-mail/Url você vão botar a url da imagem, que você consegue do jeito que está no print abaixo. Você aperta com o botão direito, como se fosse salvar a imagem, aí depois faz isso:


10.7.13

3.Just Believe

Angel P.O.V.
- Filha? –perguntou abrindo a porta de casa–
- Oi mãe! Estou no quarto!
- Filha, eu tenho que falar com você. É um assunto sério!
- Pode falar, mãe! –falei virando-me para ela–
- Lembra que eu estava saindo com um homem?
- Sim, mãe. Por quê?
- Ele me chamou para viajar, mas eu não vou poder te levar.
- Tudo bem mãe! Eu não ligo de ficar sozinha.
- Ele falou com uma amiga dele e conseguiu que você ficasse na casa dela...
- Mas, mãe, eu quero ficar em casa!
- E se a casa da amiga dele for na Califórnia?
- Epa! Aí é outra história mãe. Quando eu vou?
- Quando eu e ele estivermos indo para Paris, você vai junto, porque ela e o filho dela vão estar lá!
- Sério que ela tem um filho? –perguntei com tédio–
- Tem sim, mas eu acho que você vai gostar dele, até pelo fato de ele ser bem bonito e parecer ser bem gentil!
- Posso saber pelo menos o nome deles dois?
- Claro, o nome dela é Patrícia e o filho dela se chama Justin.
- Tem chances de eles serem quem eu penso que são?
- Talvez sim filha, mas agora eu vou arrumar minhas coisas, até porque vamos na sexta-feira para Paris, então trate de começar a arrumar suas malas também viu?
- Tudo bem, mãe!
- Eu te amo –falou saindo–
- Te amo mais, mãe!
Ela saiu do meu quarto e eu fui arrumar minhas malas. Imagina se eles são quem eu estou pensando que eles são quem eu estou pensando que são? Se forem eles, e juro, juro mesmo, que tenho um ataque –pequeno–...
Selena P.O.V.
Assinamos o contrato! Isso! Agora eu vou conhecer o Mike e claro, os outros meninos, mas como eu acho que vocês já perceberam eu tenho uma queda pelo Michael. Eu sei que ele não vai querer nada comigo pelo fato da, Marcela, namorada dele estar esperando ele voltar para os seus braços no Brasil!
- Selena?
- Ah, oi! Oque foi?
- Eu queria saber se tem problema se já gravasse uma parte da musica, então, pode gravar?
- Eu até poderia, mas eu tenho um evento mais tarde e tenho que me arrumar.
- Tudo bem, então, que tal amanhã?
- Amanha pode ser! Estou livre e não vejo nenhum problema!
- Então, vai logo se despedir dos meninos e trate de ir se arrumar para o evento ok?
- Unhum! –murmurei e sai em direção aos meninos– Oi, meninos!
- Olá Selena –responderam juntos e eu fiz careta–
- Oque foi? –perguntou Igor-
- Não gosto que me chamem de Selena, vamos trabalhar juntos! Podem me chamar de Sel, eu não vejo nenhum problema nisso.
- Certo, Sel.
- Bom, eu só vim me despedir, estou indo me arrumar para um evento que tenho mais tarde, beijos meninos!
- Tchau Sel –responderam juntos, novamente–
Fui para casa, vou ter que escolher o meu vestido ainda, e depois a maquiagem e o penteado. É  tão mais fácil quando você tem ajuda de um garoto para escolher a roupa, até porque ele diz se está vulgar ou curto demais, mas eu não tenho mais essa ajuda! Mudando de assunto, acho que a musica vai ficar muito legal com a ajuda dos garotos.
Justin P.O.V.
Estava sentado, conversando com a minha mãe, sobre a garota que vai passar um tempinho aqui em casa, claro que eu não estou tão feliz com isso, mas também não estou triste, cara, eu vou ter uma brasileira na minha casa, isso sim é uma grande sorte!
- Quando eles saem do Brasil mãe?
- Sexta-feira. Eles vão estar em Paris, ela vai direto para o hotel que vamos ficar.
- Ela vai ir para os shows ou vai ficar com a senhora em casa?
- Não sei. Depende dela, se ela quiser ir para os shows eu a levo! –falou decidida–
- Então, tudo bem, a senhora vai ficar com uma compainha e eu, bom eu vou ter uma brasileira em casa!
- Justin! –deu um tapa em meu ombro– Não fale assim dela! É uma moça de respeito, você não vai voltar a falar isso entendeu?
- Mãe, qual é? Eu tenho dezenove anos!
- E oque eu tenho haver com isso? Você é meu filho! Posso mandar em você independente da sua idade!
- Ok mãe! Eu não falo mais isso! –abracei-a–
Desconhecido(a) P.O.V.
Tudo está saindo do jeito que eu quero e eu logo a terei em meus braços! Ninguém vai ter ela além de mim! Eu sei que ela não quer ficar comigo, mas vai ficar, por bem ou por mau e eu não ligo se tiver que machucar alguém para conseguir isso! Eu vou ter ela em meus braços! Ela vai se arrepender do que fez comigo no passado!
Continua...
5 comentários
Eu sei que está pequeno, mas foi oque eu consegui hoje ok?! Bom, eu quero saber oque vocês estão achando da história. Eu tenho que fazer umas atividades de matemática, mas eu não quero!
Tá pulando tudo isso, me sigam no twitter, no ask, no tumblr, no meu outro blog, no face. Vocês terão novidades do blog e da fanfic por eles ok? Ah, se alguem quiser falar comigo e me tirar do tédio, meu  Skype: myswag_is ou meu kik: SwggrUnion.
Comentários respondidos here 

9.7.13

RollerCoaster of Love cap 06



Anteriormente: Giovanna on:

 Eu sei que nesse exato momento vocês devem estar me chamando de idiota, ou burra, sei lá. Mais eu acho melhor esperar e ver no que vai dar. E vocês, oque acham?
[...]
Acordei com o barulho que estava vindo do andar de baixo. Não entendi muito bem, mais mesmo assim fui ver oque era. Levantei da cama, calcei minhas chinelas e desci.
[...]
Barbara: Sua desmiolada! Onde você estava durante todo esse tempo?
Ana: Não te interessa!
Fui descendo as escadas, e na hora em que eu avistei minha mãe  abri um sorriso enorme. Fazia dias que eu não há via.
Giovanna: MÃE! – gritei pulando em seus braços em seguida.
Ana: pude ver que ela sorriu- Olá.
Giovanna: me desprendi de seus braços a olhando – Onde a senhora estava?
Ana: Ah só curtindo um pouco. – brincou
Giovanna: Mãe eu preciso que a senhora fique em casa
Ana: Não sei filha. Tenho que ver.
Barbara: É um milagre Ana, não ver você bêbada.
Ana: bufou
Giovanna: Você vai dormir aqui? – É muito estranho perguntar isso. Mas já virou rotina.
Ana: É .. acho que sim.
Barbara: Então acho melhor as duas subirem. E Ana vê se para quieta em casa para poder cuidar da sua filha.
Giovanna: Como se eu desse algum trabalho para você! – disse rangendo os dentes. Ela me provoca de todo o jeito.
Barbara: Fica quieta e sobe!
Giovanna: Mãe!- disse na esperança que ela me defendesse.
Ana: Deixa, ela – Se levantou e subiu para o andar de cima. Eu, fui atrás.
[....]
Minha mãe tinha ido tomar banho, mais já terminara. Ela estava “acabada” vamos dizer assim. Com toda certeza tinha se divertido muito, com aqueles trezentos namorados dela.
Ana: Apaga a luz e fecha a porta quando você sair – disse deitando na cama
Giovanna: Espera. Eu preciso conversar com você, é bem em rápido.
Ana: Agora não Giovanna. Estou cansada- Cansada? Como assim?
Giovanna: Cansada do que? De sair dando para qualquer homem que ver pela frente?-não resisti
Ana: CALA ESSA BOCA! E ME DEIXA DORMIR, PORQUE SE NÃO EU “QUEBRO” VOCÊ NO MEIO, OUVIU?- disse gritando.
Aqui foi demais!  Rapidamente sai do quarto com os olhos marejados. Nem ao menos apaguei a luz e fechei a porta, como a Madame, havia pedido. Eu odeio minha mãe, odeio.
[...]
Giovanna: Cher acorda! – disse chacoalhando a mesma.
Cher: Me deixa dormir!
Giovanna: Já é de manha. São 12:00!
Cher: Argh! Que ódio de você- disse  despreguiçando foi e abrindo os olhos lentamente.
Giovanna: Vamos passear?
Cher: Onde quer ir?
Giovanna: Sei lá. A mente mirabolante aqui é você- ri
Cher: Engraçadinha – sorriu- Que tal nós sairmos com os meninos?
Giovanna: Que meninos?
Cher: Como que meninos? O Chaz, o Justin, não se lembra?
Giovanna: Ah sei. – sorri ao lembrar do beijo entre mim e Justin- Legal, então convida eles.
Cher: Eu vou ligar para o Chaz.
Giovanna: Mas só uma pergunta..
Cher: Fala
Giovanna: Vocês ficaram?
Cher: Sim! – sorriu maliciosa – ele é um gostoso
Giovanna: dei risada- Ai meu Deus, tinha que ser você.
Cher: Mas e você e o Justin ficaram?
Giovanna: Aham
Cher: SAFADA! E depois vem falar de mim! – riu
[...]
Giovanna: Esta pronta? –  perguntei a Cher, que estava no banheiro
Cher: Esperai já estou indo.
Giovanna: Você nem ligou para os meninos.
Cher: Eu sei. Já ligo
Justin:
Já fazia um tempo que eu havia acordado. Estava afim de ficar em casa hoje, lógico que se não aparecesse nada de interessante. Eu já tinha tomado meu café, e estava deitado na minha cama quando ouço meu celular tocar. Olho no visor e vejo que é Chaz. Atendendo em seguida.
Ligação on:
Justin: Fala cara.
Chaz: Vamos sair?
Justin: Ah não. Estou afim de ficar deitado hoje.
Chaz: E se eu te falar quem vai de companhia?
Justin: Quem?
Chaz: Giovanna e Cher- Quando ele mencionou ‘ Giovanna’ meu coração acelerou. Oque esta acontecendo comigo?
Justin: Elas que te convidaram?
Chaz: A Cher me ligou convidando nós dois.
Justin: Ah tudo bem. Eu vou. Espera ai na sua casa que dai meia hora eu passo ai e te pego.
Chaz: Falow mano.
Ligação of
Levantei da cama bem rápido. Não poderia me atrasar. Quero ver a Giovanna. Não me pergunte o porque desse interesse repentino por ela. Não sei oque deu em mim, mais  acho que gosto dela.
[...]
Eu tinha acabado de passar na casa de Chaz. Nós já estávamos a caminho do Shopping que fica aqui perto.
Chaz: Cara eu nem  te falei, eu fiquei com a Cher- quem não sabia?
Justin: Estava na cara né irmão
Chaz: Serio? Como?
Justin: Sua cara de safado chegando com ela disse tudo.
Chaz: Nossa - riu - Mais e você?
Justin: Oque tem, eu?
Chaz: Ficou com a coisinha lá?
Justin: A “coisinha lá” tem nome, e é Giovanna. E sim fiquei. Mas acho que ela não gostou.
Chaz: Ui! Porque?
Justin: Depois no carro, quando eu pedi um beijo ela se  recusou a dar.
Chaz: Vish cara! Então ela não gostou de você - riu
Justin: Cala a boca. Ela só deve estar querendo me conhecer primeiro
Chaz: Tomara!


[...]
Assim que chegamos no shopping, avistamos as meninas. Elas estavam em frente a uma vitrine de uma loja de roupas. 
Chaz: Oi vocês vem sempre aqui? - brincou
Cher: Ah, oi Chaz - disse surpresa
Giovanna: É, Oi - sorriu
Chaz: Então vamos? Vocês vão querer assistir que filme? 
Giovanna: Que tal Monstros S. A? É fofinho- riu
Justin: Ah não esse filme é chato. 
Cher: Verdade! 
Giovanna: Vocês que são chatos. Cara, eles estão na faculdade e ..
Chaz: Não - riu
Giovanna: Ta bom. 

Nós seguimos ate os caixas e compramos nossos ingressos. 
[...]
Chaz: Que tal irmos em um bar? - disse enquanto nos saímos do shopping. Poise já tínhamos assistido o filme. 
Giovanna: Eu topo! 
Cher: Também. Mas onde fica?
Chaz: É aqui perto. Vocês estão de carro?
Cher: Não
Chaz: Tudo bem. Nós levamos vocês. Justin vocês dirige?
Justin: Sim - ele me deu a chave e rapidamente todos nós entramos no carro. O caminho não foi silencioso. Chaz, Cher e Giovanna falavam o tempo todo. Menos eu. Não sei porque  mais eu estava desanimado. 
Giovanna: Oque você tem Justin? - quando ouvi ela me chamar, senti meu corpo congelar. Ela estava do meu lado, ou melhor no banco da frente. 
Justin: Nada de mais 
Giovanna: Pode confiar - sorriu- Você esta triste?
Justin: Não é nada - E realmente eu não tinha nada. Só estava desanimado. Mas acho que Giovanna pensou que eu realmente não estava afim de trocar ideia com ela. 

Giovanna on:
Não sei oque eu fiz de errado. Justin quase não falou nada o passeio todo. Sera que aconteceu algo? eu estava curiosa. 

[....]

Chaz: UHUL! chegamos baby's - disse saindo do carro de mãos dadas com a Cher. Acho que esses dois vão ficar juntos. 
Eu abri a porta do carro e sai também. Justin veio logo atras desligando o carro e o fechando. Nós entramos no tal bar, que na verdade era novamente uma boate. Não sei como, mais por ser uma quarta - feira, ate que tinha bastante gente no local.
Giovanna: Onde vocês vão ficar? - perguntei  a Chaz e Cher, que já estavam com drinques não mão. 
Cher: Vamos sentar ali - apontou para uma mesa no fundo
Seguimos para mesa e sentamos. Percebi que Justin não queria ficar ali. Olhei para o outro lado e pude perceber olhares, e mais olhares em cima de nós. Na verdade algumas garotas fitavam o Justin de uma forma que eu nunca vi igual. Elas estavam babando praticamente. Tudo bem, eu sei que ele é um gato, que é lindo mesmo,  mais perai né elas nem disfarçam. 
Chaz: Cara você já começou a fazer sucesso - riu - Olha ali as garotas te olhando
Justin: virou o rosto para olha -las-É né - riu
Chaz: Eita elas estão vindo para cá. Boa sorte ai - se levantou e puxou Cher para pista de dança. 
As meninas que tanto olhavam Justin foram se aproximando ate chegarem em frente a mesa em que estávamos. 
xxx: Olá gatinho - sorriu - ela estava usando um shorts que mais parecia uma calcinha que por sinal estava  bem colado na bunda.
Justin: Oi - respondeu sem animo, e isso me fez rir. 
xxx: Ta rindo do que garota?
Giovanna: Eu rindo? ta louca? - menti
xxx: Eu ouvi a sua risada. 
Giovanna: Garota, você não tem nada melhor para fazer não? Sei lá vai dançar, beber. Agora só te peço que não se meta comigo. 
xxx: Ui - disse a outra garota que estava junto com ela. 
xxx: Vai me bater? - disse a primeira.
Giovanna: Se preciso sim 
Justin estava parado olhando aquele "briga", com os olhos fixados em mim. Sera que ele não iria fazer nada? 
xxx: Então vem vaca! 
Fui me levantando com ódio nos olhos. Quem ela pensa que é? Mas senti algo me puxar para o banco novamente. E esse algo era Justin.
Justin: PARA! ninguém vai brigar! 
Giovanna: ele estava segurando meu braço - Me solta Justin, deixa eu bater nessa vaca. 
Justin: Não. - ele olhou para menina - Sai daqui garota! ninguém te quer aqui. Vai arranjar confusão em outro lugar 
xxx: Você é gay por acaso? Por que se você não sabe eu iria ficar com você
Justin: Não você não ia. Agora vaza! 
A menina ficou vermelha te tanta raiva. Ver Justin expulsando aquelas garotas foi lindo. Ele soltou meu braço e olhou nos meus olhos. Oque me fez ficar constrangida.
Justin: Não valia a pena você brigar com elas- sorriu
Giovanna: Eu sei mais é que elas me provocaram  e ..
Justin: Fica calma - passou a mão em meu rosto. Isso fez com que uma corrente elétrica passasse pelas minhas veias. 
Ele sorriu mais uma vez e foi se inclinando, chegando mais perto. Eu já podia sentir seu hálito 
fresco. Mas derre pente as pessoas começam a gritar, e eu e Justin se afastamos um do outro. Olhei para os lados assustada e pude ver quatro homens encapuzados e com armas na mão. 
xxxx: É UM ASSALTO! TODO MUNDO PARA O CHÃO! 
Meu sangue gelou. Olhei para Justin e senti suas mão quentes pegarem meu braço e me puxar para de baixo da mesa. 
Giovanna: Justin, Justin nós ..
Justin: Xiu! calma!  eu to aqui com você. 
Continua 
[...]

Respondendo os comentários:
Joana Margarida: Obrigado amor. Ah e eu te segui de volta (: beijos 
Juliana Gomez: Seja bem vinda! obrigado e continuei,, beijos (:
Mirela Gaspar: Obrigado. Continuei beijos (:

Meninas ta ai mais um capitulo. Espero que gostem. Ah, e por favor as meninas que ainda não me deram o twitter deixem ai em baixo nos comentários. Toda vez que eu postar mais um capítulo eu irei avisar vocês (: Por favor comentem oque acharam.. e obrigado pelos comentários anteriores. Oque vocês  acham que vai acontecer? Beijos haha. 


 

©código base por Ana .